Eles transformam blogs em empresas


Jornalistas freelancers e demais  entusiastas desse blog, a reportagem a seguir é parte de exercício da disciplina “Técnicas de Reportagem” aplicada pelo professor André Rosa, do curso de Jornalismo da UniSant’Anna.

As entrevistas abaixo foram utilizadas na elaboração da matéria:

O jornalismo freelance e a possibilidade dos blogs – Entrevista com o diretor de marketing da WBI Brasil – Marketing Digital, Paulo Roberto Kendzerski; 
Como transoformar um blog em uma empresa de comunicação – Entrevista com o dono do website Marketing Digital 2.0, Bruno de Souza;
Garoto transforma blog numa empresa – Entrevista com o dono do Tecnoblog – Diário Tecnológico, Thiago Mobilon.

A reportagem abaixo é, portanto,  uma adaptação do conteúdo produzido em sala de aula para o Jornalismo Freelance. Boa leitura!

__________________________________________________

Probloggers transformam blogs em empresas

Probloggers transformam blogs em empresas

Probloggers vivem apenas da renda proveniente da publicidade e da influência de seus websites

 

Depois de zerar o jogo “Resident Evil 4” por cinco vezes consecutivas,

Os blogs podem ser uma porta aberta para o jornalismo freelance, para o jornalismo empreendedor

Os blogs podem ser uma porta aberta para o jornalismo freelance, para o jornalismo empreendedor

 Thiago Mobilon, 23, deixou para trás o seu Playstation 2 e, hoje, é uma das poucas pessoas no mundo que conseguiu transformar um blog numa empresa.

O www.tecnoblog.com.br, do qual é dono, possui mais de 6.000 leitores e com frequência ultrapassa a marca de 500 leitores simultâneos.

Há pouco tempo, Mobilon deixou a cidade de Americana, interior de São Paulo, para vir morar na Capital com mais dois redatores do Tecnoblog. Trouxe consigo o sonho de abrir uma redação. Segundo ele, esse objetivo estará concluído no final desse ano ou no início do ano que vem.

Mas transformar um hobby – o gosto por tecnologia – numa empresa de comunicação, a partir de um blog, foi sua maior façanha até agora. “Atualmente o Tecnoblog é a minha principal fonte de renda, meu emprego fixo. Além dele, estou sempre sendo convidado para ações de marketing de marcas de tecnologia. Já participei de blogs corporativos também, como os da Nokia e Intel. E faço reviews de produtos para o programa “Olhar Digital” que é exibido todos os domingos na Rede TV”, diz.

Nem todo mundo tem essa sorte ou visão. O diretor de marketing da WBI Brasil, Paulo Roberto Kendzerski, estima que mais de 99% dos blogs não geram resultados financeiros para os seus donos.

Na internet, assim como na vida real, aqueles que se esforçam e plantam boas sementes são recompensados

Na internet, assim como na vida real, aqueles que se esforçam e plantam boas sementes são recompensados

Contudo, Mobilon é um problogger – palavra que define a pessoa que dirige um blog como profissão. Nesse ramo, um dos casos mais conhecidos no Brasil é o de Edney Souza que, em 2005, largou o emprego de gerente de sistemas da Davicom para viver como blogueiro do www.interney.net.

O fato é que os probloggers são poucos. Para o técnico em informática e dono do website Marketing  2.0, Bruno de Souza, existe um motivo para tamanha escassez: “A renda obtida na internet é pouca, programas afiliados não pagam muito, e muito menos o Adsense”.

 

Ferramentas gratuitas ajudam na hora de escrever um texto para a web

 

O Adsense é o sistema de publicidade do Google. A empresa disponibiliza banners que, quando clicados, geram uma comissão de mais ou menos 50% do valor do anúncio para o dono do blog. Já o programa de afiliados é desenvolvido por empresas como a Livraria Cultura e o Submarino, que disponibilizam links publicitários para que os afiliados os coloquem em seus websites e blogs. Quando alguém clica no link e compra um produto da loja online, o afiliado ganha uma pequena comissão que varia de empresa para empresa.

Outra característica de quem fatura com o negócio de redação para a

Na internet, assim como na vida real, quem relaxa prejudica a imagem pessoal

Na internet, assim como na vida real, quem relaxa prejudica a imagem pessoal

 internet é o fato de que o texto para a web é profundamente diferente do impresso. Em resumo, ele precisa obedecer ao uso de palavras-chave. Por esse motivo, os web redatores sabem que não podem deixar de lado o Google Analytics e Google Adwords.

Esses dois programas geram estatísticas – de todas as partes do mundo – sobre as palavras inseridas no buscador do Google. Sabendo que determinada palavra é muito mais buscada que o seu sinônimo, fica mais fácil incluir a palavra-chave correta. Com essas ferramentas também é possível saber em quais períodos do ano uma determinada palavra será mais buscada e é nesse exato momento que o blogueiro preparará um texto em que ela estará inserida, fato que vai gerar mais tráfego e mais ganhos com publicidade.

Quanto mais posts de sucesso são publicados, mais o website ou blog sobe no ranking dos buscadores. E quanto mais no topo da página aparecerem, mais chances de retorno eles têm. “Mais de 50% da audiência de um website deve vir das buscas espontâneas. Portanto, um conhecimento das técnicas de posicionamento e, principalmente, um bom conteúdo, irá aumentar muito a audiência do blog”, diz Kendzerski.

Souza diz que muitas pessoas ainda acham que os blogs só têm potencial para diários online, se tanto. E não os veem como possíveis fontes ou parceiros na propagação de informações. Para ele, o melhor que se faz é descobrir o funcionamento das novas ferramentas de notícia.

Na internet, jornalistas têm o mundo nas mãos e a possibilidade de obter bons resustados na carreira

Na internet, jornalistas têm o mundo nas mãos e a possibilidade de obter bons resustados na carreira

E mesmo os jornalistas, que nos últimos tempos têm visto o enxugamento das redações, agora têm uma oportunidade de transformar um blog em sua empresa de comunicação pessoal. “Se antes os espaços disponíveis dependiam apenas dos veículos de imprensa, hoje um jornalista pode criar seu próprio espaço, obtendo espaço para gerar conteúdo independente e com isso, atingir bons resultados na sua atividades profissional”, afirma Kendzerski.

Para transformar um blog em uma empresa é necessário tratá-lo como empresa. Contratar um contador, um publicitário, um jornalista, uma secretária, entre outros profissionais. É essa a visão que Mobilon teve.

Para ele, a internet dá ferramentas e cria oportunidades para todos, mas assim como na vida real, só se destacam os mais dedicados e esforçados. Qualquer profissional tem muito a ganhar se desenvolver um bom trabalho na web, mas se ele não fizer o serviço direito, corre o risco até de prejudicar a sua imagem profissional e a sua marca.

Leia textos relacionados:
O novo jornalismo e o jornalismo freelance;
Filósofo novaiorquino reflete sobre publicações na internet.

Anúncios

Sobre Naldo
Jornalista e escritor.

4 Responses to Eles transformam blogs em empresas

  1. PROFISSIONAL says:

    A profissão do momento é a pedagogia, as maiores empresas dos países mais desenvolvidos estão investindo em profissionais que possam criar um ambiente de aprendizagem nas empresas – esse profissional é o pedagogo – a moda agora é universidade corporativa e ambiente de aprendizagem organizacional. Os profissionais aprendem a aprender no seu ambiente de trabalho e em todos os ambientes…acho que vou fazer pedagogia…uhuuuuuu

    • Naldo says:

      Não entendi muito bem qual a relação entre o seu comentário e o post desse blog, já que o primeiro fala de negócios na internet. De qualquer forma, fica a sua dica. Abraço e boa sorte na pedagogia!

  2. Pingback: Garoto transforma blog numa empresa « Jornalismo Freelance

  3. Pingback: O jornalismo freelance e as possibilidades dos blogs « Jornalismo Freelance

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: